Quantec

O Perdão

Para livrar-se do sentimento de culpa, é preciso cultivar o perdão. Mas por que o perdão deve ser “cultivado”?
Podemos dizer que ele não é um sentimento, assim como o sentimento de culpa. O perdão é um ato que resulta de uma predisposição, de uma vontade consciente, que consegue sobrepujar toda e qualquer ofensa, qualquer erro, qualquer falha que tenha, de alguma forma, causado algum tipo de dano físico, moral, material, etc.
Quando perdoamos alguem, estamos evitando que sentimentos ruins, como raiva, ressentimento, desprezo, desejo de vingança, tomem conta do nosso ser e sejam lançados no universo. Além disso, perdoar, acima de tudo, é ter compaixão daquele que errou, evitando alimentar nele, o sentimento de culpa.
Perdoar, mesmo sem considerarmos o valor religioso-cristão do ato, é uma necessidade essencial para o bem estar individual ou do grupo, que deve ser cultivada, com os esforço da nossa vontade.
Mas, se vamos falar sobre o perdão, o primeiro foco a ser considerado é o perdão a si mesmo. Quando o sentimento de culpa toma conta, é sinal que a pessoa tem sido mais dura consigo mesma do que como outro. Antes de conseguir perdoar o próximo, devemos ser capazes de perdoar a nós mesmos.
É claro que perdoar-se não significa, simplesmente, eximir-se de responsabilidade por seus erros, pois culpa não é sinônimo de responsabilidade. Devemos ser responsáveis por nossos erros, assumi-los e ter responsabilidade pelas consequências desses erros. Mas não podemos deixar de lembrar que errar é humano e que um erro é uma oportunidade de corrigir, de melhorar, de se elevar como pessoa, contribuindo com o meio pelo qual somos responsáveis.

Fonte: http://gruposernatural.blogspot.com.br/

  • ad